quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Sentimento?

    Há algum tempo que eu percebi que as pessoas tem receio em demonstrar seus sentimentos e quando fazem isso, por um motivo desconhecido, sentem-se culpadas depois! Alguns dias atrás passei por uma situação embaraçosa assim. Em um dia na escola eu resolvi me abrir com uma pessoa, eu à conhecia a pouco tempo, mas como nunca tive medo de esconder aquilo que eu sentia comecei a contar algumas coisas do meu dia-a-dia a ela e como eu me sentia em relação a isso. Uma semana depois eu descobri que esta mesma pessoa espalhou todos os meu sentimentos que confiei a ela. Quando contei isso a algumas amigas, recebi respostas do tipo "Você não deveria ter contado nada a ela, vocês não se conheciam direito." "A culpa é sua de ter contado suas coisas pra alguém que era só uma colega." "Você fala muito, deveria controlar um pouco mais seus sentimentos."
    Por alguns momentos acreditei que realmente a culpa era minha, eu não devia sair contando por ai sobre o que eu sentia, eu não devia falar tanto, já que ninguém fazia isso, eu não deveria fazer também. Mas então eu comecei a pensar, que tipo de sociedade é essa em que vivemos? Em que não podemos dizer a alguém como nos sentimos, isso é ridículo, a culpa é de quem se abre com alguém? Ou a culpa é de quem não sabe ouvir? Não consegue entender um simples gesto como este? O gesto de uma pessoa se abrir com a outra. Como pode uma sociedade achar isso normal? Natural? Fala sério!
    Chorar, nunca, sorrir, nem tanto, agir espontâneo, chama muita a atenção, agir como você mesma, não pega muito bem, maquiagem de mais é feio, sem maquiagem é pior ainda, ser normal, só de vez em quando, ser louco, jamais, fazer algo que goste, pode não agradar os outros, agradar o próximo, melhor não, dizer "
não" só para se fazer de difícil, dizer "sim", só se for na segunda vez, dizer "eu quero", mas não querer tanto, não seja como os outros, mas também não seja como você quer, agrade aos outros, faça o que os outros esperam! 
    Ah pra mim já chega dessas mesmas coisas de sempre, eu quero ser eu mesma, quero falar dos meus sentimentos sim, quero falar quando e quanto eu quiser, quem sai perdendo não sou eu que me abro e sim aquele que não quer se abrir!

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

A famosa maconha!

 
Imagem retirada do site "tudo sobre Rastafari"
   Hoje as 19:00 mais ou menos, coloquei uma playlist aleatória que eu achei em um site, e comecei a curtir umas musiquinhas, aí eis que aparece uma música chamada "Bobmarleou" e eu pensei "que isso?", então fui ouvindo a música, que falava sobre maconha e como os cara la estavam muito loucão igual o Bob Marley. Então eu poderia falar como é errado o uso de drogas, ou como as pessoas continuam a propagar essas apologias a drogas, ou como a maconha do Brasil é falsificada e quase não tem a planta em si inserida nela, mas não, eu vim falar sobre o quanto o Bob Marley deve se revirar em seu túmulo quando alguém associa a imagem dele a um mero maconheiro.
   Vamos por partes, o Bob na verdade era um grande pensador (não só um maconheiro como muitos pensam), o cara era inteligente pra carai, ele começou sua carreira por volta de 1962 mais ou menos, e é ouvido até os dias de hoje, foi um dos maiores ícones do reggae por compor músicas com sentidos lógicos. Então vamos lá, prosseguindo, o Bob Marley fazia parte de um movimento religioso, chamado de Rastafari, onde os seguidores de tal fazem o uso da maconha para comunicar-se com Jah ou com Haile Selassie I. E desta forma o uso da maconha torna-se algo sagrado e grandioso, usado em momentos  especiais de prece, tendo um grande preparo para receber a iluminação necessária para seguir os caminhos certos, e tem mais, para a religião Rastafari é totalmente desrespeitoso  fazer o uso da maconha "em vão", só para se divertir e rir um pouco, um rasta não poderia fumar a maconha para ficar doidão, ele deveria fazer isso com plena consciência e de forma séria. E ainda por cima, por causa da palhaçadinha dos besta que querem fumar maconha pra "tirar um pira", lógico que está foi proibida e os Rasta não podem mais fumar pra buscar paz interior. "NOSSSA EVELYN, MAS COMO VOCÊ SABE DE TUDO ISSO? TA FUMANDO E FALANDO COM JAH?", claro que a resposta é não, eu sei de tudo isso porque existe uma coisa chamada google, vocês conhecem? Então vocês podem usa-lo pra tirar algumas dúvidas....bjs

Pra quem ficou curioso e quer saber de qual música eu estou falando, clique aqui! 
Aqui um vídeo bemmm legal sobre a maconha legal x ilegal, Aqui!


E aqui uma música pra quebrar o gelo....




sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Os meus vários "EU"!

Eu estava lendo umas coisas minhas, antigas, e então achei um "quem sou eu" e achei engraçado, porque a poucos dias eu fiz um "quem sou eu" aqui no blog, e agora vou postar o antigo e o novo, para que eu possa comparar o meu antigo e novo EU.

O ANTIGO:

"Se eu fosse dizer quem sou eu, para não dizer que sou um nada, prefiro acreditar que sou tudo, pois sou feita de desejos e sonhos, cada dia tenho um diferente, e assim consigo ser várias coisas, eu diria que poderia ser o que eu quisesse, sou feita da minha imaginação, o que eu consigo ser a cada dia, serei, tendo em mente que sempre posso ser uma pessoa melhor."

O NOVO:

"A muito tempo eu escrevia nesse espacinho de "quem sou eu" (super orkut isso, mas tudo bem), todas as minhas qualidades, mas hoje estou fazendo diferente, vou escrever quem realmente sou, aquilo que está lá dentro, no mais profundo da minha alma, todos aqueles defeitos e medos!
Vejamos, eu falo palavrão pra caralho, e foda-se não me importo mais se isso causa má impressão ou não, porque essa sou eu. Eu tenho muitos medos, muitos mesmo, vivo pirada com um potinho de álcool em gel, para não pegar nenhum tipo de gripe ou virose, porque sou apavorada quanto a isso. Sempre quando fico com raiva, com medo ou triste perco a cor do rosto e minhas pernas começam a tremer (isso é estranho) mas geralmente não consigo controlar. Eu falo muito, muito mesmo, eu sempre acho que as pessoas precisam me ouvir, porque elas precisam saber de todas as coisas do mundo nos mínimos detalhes (mesmo que não precisem), e muita gente me acha chata por isso. Eu não tenho muitos amigos, apesar de eu ser bem sociável, sou pouco tolerante, então sempre me afasto das pessoas muito fúteis (esse é meu grande defeito). Ah e por último acho que posso dizer que não sou nada orgulhosa, rancorosa ou algo do tipo e acredite isso acaba se tornando um defeito!!!"

É acho que houve algumas mudanças kkkk.....

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

E as Paraolimpíadas???

      


      Eu vim falar de uma situação bem chata que eu estou vendo acontecer. Para quem não sabe está para começar as paraolimpíadas, que são algumas modalidades dos jogos olímpicos para deficientes físicos, visuais e mentais. Mas eu deixo a minha pergunta, primeiro: porque diabos as paraolimpíadas não fazem parte dos dias das próprias olimpíadas? E segundo: Porque isto não está sendo divulgado com o mesmo peso que as olimpíadas foi divulgada,  sendo que é a mesma coisa, só muda certas características dos competidores? 
      Infelizmente eu digo que é visivelmente (só não vê quem realmente não quer) que os atletas paraolímpicos foram totalmente excluídos.Não há motivo algum para os dois eventos serem reparados. Todo aquele cenário maravilhoso das olimpíadas, mostrando a história do Brasil, como aqui tudo é lindo, como nosso povo é miscigenado e diferente, como eles gastaram uma grana do carai com aqueles fogos de artifício, figurinos e caralho a quatro, pra daí tudo isso acaba e alguns dias depois começar as paraolimpíadas, assim do nada, sem divulgação, sem cenário lindo sem nada. Ah por favor, pra mim isso não passa do maior preconceito escancarado, a exclusão total dos cara que tão se ferrando lá, se matando de tanto treinar, mesmo sem perna estão correndo, mesmo sem a visão estão lutando judô, mesmo com alguma diferença de outros, estão ralando igual, ou melhor ralando bem mais, porque eu tenho certeza que eles encontram bem mais dificuldades pelo caminho, como por exemplo o patrocínio, que eles quase não tem. Então deve ser bem difícil mesmo, todos os dias você dar o melhor de você para um esporte, mas não ser considerado por isso, não ter nem se quer o seu trabalho divulgado, ter que assistir pela TV todo o espetáculo das olimpíadas, pra só quando ela acabar 15 dias depois você estar incluso em um outro grupo de pessoas para mostrar o seu talento. Então olha humanidade, não é por nada não, mas vamos começar a nos preocupar com coisas desse tipo, que valham a pena ser discutidas, por que enquanto vocês se preocupam em ter o corpo perfeito, tem pessoas que sofrem preconceitos e exclusões diárias só por serem um pouquinho diferentes. Então vamos começar a deixar essas diferenças de lado.....Obrigada!



Agora assistam a esse vídeo! 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Feminismo ou extremismo?

      
Imagem retirada do blog KAI
      No café da tarde hoje, eu e minha mãe estávamos conversando sobre uma entrevista que uma mulher deu a uma revista, ela se dizia "feminista" porque ela conseguia supostamente dominar um homem porque nas relações sexuais a única posição que ela ficava era por cima do homem, e desse modo ela não deixava que ele fizesse ela de submissa. Pois é, to revoltada claro, as vezes eu penso que eu com 16 aninhos consigo ser mais inteligente que muita gente com o dobro da minha idade. O que eu digo é, desculpa mulheres, por mais uma vez alguém estar ditando regras a vocês, quando não é um homem machista que acha que você deve fazer todas as coisas do jeito dele, vem as extremistas e também dizem o que supostamente vocês tem que fazer. É realmente isso tudo é uma bobagem, as pessoas não param de ditar regras, dizendo o que temos e o que não temos que fazer. O fato é que eu me considero sim uma feminista, mas porque acredito que todos devemos ser iguais, e se todos vamos ser iguais temos que fazer o que temos vontade, então se você se acha confiante em ficar por cima na porra da relação você fica, agora se você não gosta fica por baixo, fica no chão, no sofá, aonde você quiser, aonde você se sentir confiante e satisfeita, o único problema real aqui é se você está fazendo isso por outra pessoa, se tudo o que você faz é para agradar alguém, porque aí sim está o erro. Agora não confundam feminismo  com "mulheres querem conquistar o mundo", não se digam feministas, se vocês não intendem esse termo, não joguem suas bostas nas mídias, porque essas bostas influenciam pessoas, e nós queremos influenciar as mulheres e os homens de forma positiva e não negativa. 
       E pra quem ainda tem dúvidas vou explicar calma e pausadamente:
FEMINISMO: mulheres procurando uma forma de igualdade. "AAH MAS PORQUE NÃO CHAMAM DE IGUALITARISMO ENTÃO? " porque esse termo já existe e é usado para outra coisa que é um pouquinho diferente dessa. "AAH MAS FEMINISMO A PRÓPRIA PALAVRA JÁ DIZ QUE É O CONTRÁRIO DO MACHISMO, OU SEJA AS MULHERES QUEREM DOMINAR O MUNDO" galera, dominância por dominância, todo mundo quer, mulheres, homens, crianças, jovens, adolescentes, idosos, alienígenas, animais, bactérias, vírus, a puta que te pariu, então é óbvio que sempre vai aparecer algum imbecil usando o feminismo como desculpa para suas boberices, então tudo que for do contrário do (mulheres e homens são igual então os direitos sociais, civis, democráticos, culturais e etc serão iguais para ambos) não é feminismo é extremismo, é bosta jogada na tela do seu computador, televisão, celular, tablet ou seja lá o que você está usado....Ah era só isso, flw! <3



Imagem retirada do blog 4ever Sapo


Imagem retirada do blog Evidências 


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

"Devia ter visto o sol se por"!



       Eu nem tenho muito o que escrever hoje, estou com uma dor de cabeça tremenda, mas acabei pegando meu notbook e percebi que não tinha nada para fazer, há preguiça de mais para fazer os trabalhos do colégio (que são muitos), há indisposição para acessar redes sociais e ver todas as bostas que o povo posta (que são muitas), há pouco tempo para ir ver um filme até a hora de dormir, enfim, eu to incomodada, quando chega os fins de tarde eu fico realmente muito incomodada, sofro de nostalgia constante, aí começo a pensar em tudo que eu fiz no dia, no que eu poderia ter feito a mais, no que eu poderia ter me importado menos, nos sorrisos que eu deveria ter dado....Credo está ate parecendo aquela música do Titãs- Epitáfio, (que inclusive coloquei ela de fundo neste exato momento). Mas sei lá, o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído ( kkkkk ta bom vou parar com isso). Mas agora pensando realmente na música, ela é uma das mais inteligentes que eu já ouvi, porque pensa comigo, o cara percebe que devia ter complicado menos, trabalhado menos e visto o sol se por, o que nos faz pensar que ele é super de humanas, está cansado dessa vida chata, que temos que ser o que os outros esperam que sejamos, é sempre assim, a gente nasce, aí da uma crescidinha e já começamos a estudar, porque segundo nossos pais, só assim vamos conseguir um bom emprego (que pra ser sincera odeio que falem isso para os filhos, na minha opinião tem que dizer que é pra agregar conhecimento e não dinheiro, mas vamos voltar ao assunto principal), aí passa essa parte da infância chega a adolescência, e ai a gente tem que fazer o que? Não fazer nada, porque se fizermos algo errado vamos prejudicar nosso futuro (emprego) e tudo vai ser péssimo. Aí ficamos jovens e fazemos o que? Escolhemos uma faculdade (pra arrumar um emprego que pague bem) e depois que terminarmos a faculdade? Trabalhamos até literalmente morrer! Nossa eu fico muito revoltada com isso, o dinheiro literalmente vai movendo as pessoas sempre ao encontro dele, que coisa mais chata. Olha que loucura eu mudei completamente o rumo do meu texto, se voltar lá na primeira linha o assunto é outro, eu to viajando kkkkkkkk. 

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Pokémon Go, o que ta acontecendo?

Caracaaaa como vocês tornam as coisas difíceis. Eu só tenho uma coisa para dizer sobre toda essa história de Pokémon Go, sejam mais leves, peguem menos pesado por favor. A questão é, a ideia do jogo é muito legal e divertida, eu particularmente jogaria também, porém galera, existe vida aqui foraaaa! Esse post com certeza não é pra você que baixou o jogo deu uma jogadinha e foi ser feliz para sempre, esse post é pra você infeliz, que não sabe se controlar. Eu estou abismada com a atitude de uns seres humanos que tornam coisas legais em coisas detestáveis. Imagino que você que está lendo ainda não está intendendo nada, porém eu vou explicar. Hoje ouvi algumas histórias (REAIS) que me fizeram repensar algumas coisas sobre a humanidade. 
Primeira história: estava lá o chefe de uma empresa, (qual eu não posso citar o nome) em pleno horário de trabalho, quando entra um funcionário na sala do cara pra pedir umas informações e tal, eis que o chefe olha pra cara do funcionário e diz: "AAAAH você vai ter que esperar um pouquinho porque eu acabei de ver que no posto aqui perto tem dois Pokémons, já volto viu, me espera ai rapidão". E então ele se retirou do lugar pegou o carro e foi atras dos Pokémons, em plena hora de trabalho. CARALHOOO GENTE QUE PORRA TA ACONTECENDO? 
Segunda história: lá estavam os médicos e enfermeiros trabalhando em um dia normal no hospital pequeno príncipe, quando de repente o hospital é invadido por pessoas procurando Pokémons. Sério galera, um HOSPITAL, onde tem pessoas doentes. Estão entendendo o grau do negócio né. Então eu acho que tem alguma coisa errada aí...
Terceira história: Um cara la estava de boas na academia esperando uma criatura desocupar o aparelho que ele queria usar, quando passados 30 minutos ele resolve perguntar pro cara se ele ia demorar muito pra desocupar o lugar, já que ele não tinha o visto usar o negócio nesses 30 minutos, então eis que o moço diz "Ah não cara pode usar, eu só estava aqui esperando um pokemon aparecer". TIPO, O QUEEEE?  vamos ter um respeito no coração né minha gente. 
Enfim, já teve pessoa que caiu em rio (kkkkkk que foi engraçado) gente sendo atropelada (que não foi engraçado) teve gente que passou o dia sem comer e precisou levar uns cassetes dos pais (o que foi engraçado também kkkk). Então a que ponto chegamos? Eu acho maneiro vocês que conseguiram jogar sem virar um zumbi ambulante, mas acho que vocês que se viciaram tanto desse jeito, peguem mais leve, bem mais leve. 
Enquanto isso eu vou ficar ouvindo mais histórias engraçadas sobre o assunto, conto pra vocês depois, flw!  

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Ame até seus defeitos, eles tornam quem você realmente é!

Todos os dias eu descubro que ser eu mesma me trás muitas coisas boas, mas ao mesmo tempo eu me vejo nas trevas por isso, mas é como todo mundo diz, na vida sempre encontraremos pontos positivos e negativos para tudo. 
Há algum tempo que eu tento me esconder atrás de muitas máscaras, mas hoje já consegui tirar algumas, esse processo ainda é um pouco doloroso, então eu vou caminhando de vagar até o meu eu, é estranho falar assim, mas é verdade, é como se eu nunca soubesse quem eu sou realmente, de tempo em tempo tive alguma personalidade, mas no meu interior era sempre uma bagunça. 
Eu era acostumada a ouvir, "nossa você sorri tanto, parece que não tem nenhum problema", então essa foi a primeira mascara que eu tirei, porque não sou obrigada a sorrir quando eu não quero, só para agradar os outros, se eu quiser estar brava eu vou estar, se eu quiser estar triste vou demonstrar, porque sou ser humano e ser humano tem sentimento. 
Eu sempre achei que o mundo girava em torno das pessoas que estavam ao meu redor, então se elas estivessem bem eu também estava, parei de ser assim, agora eu tento pensar mais em mim, porque nem sempre terá alguém pensando se eu estou bem ou não e eu percebi isso pelo simples fato de que toda vez que preciso falar sobre algo mais profundo, corro para o blog e não para um amigo, aliás será que algum amigo meu está lendo isso (eu acho que não), mas talvez o que seja importante para um, não seja para o outro, então estou desapegando do fato de precisar sempre ter uma "muleta" ao meu lado, no momento certo sei que as pessoas certas estarão lá, não que agora elas não estejam, mas eu afastei elas por enquanto, é mais fácil se descobrir quando você não tem muitas influências ao seu lado.
Como eu descobri que eu não era o que eu realmente era? Aqui no blog mesmo, olhando minhas postagens antigas eu vi que eu tentava chamar atenção do jeito fútil, eu tentava me sentir especial com o tanto de visualizações e comentários que eu tinha (que bobagem, eu sei), bem hoje em dia eu to cagando para isso, voltei para escrever sobre sentimento e pensamentos, não para escrever o que os outros queiram ler, porque essa sou eu, e entre várias pessoas no mundo, algumas se identificaram comigo e fim! 
Descubra-se, torne-se quem você quer ser, se você quer ser aquela pessoa que todos odeiam, seja, se você quer ser amada, seja, mas seja amada por seus defeitos, não por suas qualidades, porque as qualidades são fáceis de ser aturadas....


(Imagem retirada do site dezenove vinte)

segunda-feira, 18 de julho de 2016

O dia de amanhã pode nem existir....

Há alguns dias que tenho pensando em uma conversa que tive com a minha mãe...Nós estávamos tomando café da manhã e falando sobre como a vida é longa, mas como aproveitamos pouco dela, e ela me contou uma conversa que ela teve com minha bisavó que já faleceu. 
Quando minha bisavó já estava bem doente, minha mãe foi dormir com ela, e quando era bem de manhãzinha minha mãe viu ela na sacada, já acordada. Então ela foi perguntar porque ela tinha perdido o sonho, minha bisavó respondeu que era porque estava pensando muito na vida nos últimos dias, então minha mãe perguntou no que ela gostava de pensar, ela então disse: "Paula (nome da minha mãe) você tem 24 anos certo? E eu aposto que tem muitas recordações, não tem? Agora imagine eu com quase o triplo da sua idade, quantas coisas eu já vivi, quantas coisas já me aconteceram, eu fico pensando em meus momentos felizes, meus momentos tristes, imagino como foi a vida de todos os amigos que já tive na vida, o que será que eles fizeram, se eles foram felizes...Eu fui muito feliz, mas ao mesmo tempo penso em quanta coisa deixei passar, quantas coisas eu poderia ter feito mas não fiz, isso é triste, porque agora eu estou morrendo, e não posso mais fazer nada!".
Eu sei é cruel pensar nisso, um dia realmente vamos morrer, e quando nos dermos conta de que isso está chegando, será que vamos nos sentir satisfeito com as coisas que fizemos? 
Eu espero sorrir muito na minha vida, viajar muito para conhecer culturas e costumes diferentes dos meus, quero amar muito, fazer amigos que façam a diferença, ter momentos que façam a diferença, quero poder me lembrar de cada detalhe da minha vida, e espero que quando eu esteja velha na sacada conversando com a minha neta eu possa dizer "estou satisfeita por ter acertado tantas vezes, errado de vez em quando, sorrido muito e amado sempre, satisfeita por ter dado valor as pessoas e não ao dinheiro!" 
Pensei no que vocês querem dizer aos seus netos também, nunca é tarde para recomeçar.....

Bisavó e mamãe 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Sexo entre gays em novela!

Ontem (dia 12/07/2016) foi exibido pela primeira fez em uma emissora de televisão a cena de um casal gay transando, fazendo amor, fazendo sexo! Fiquei horrorizada, não com as cenas, mas com o tanto de pessoas preconceituosas, dentro e fora da minha família, não tenho nem palavras para expressar o quanto estou indignada com isso e ainda vi que muitos esconderam sua homofobia por trás de frases como " crianças poderiam ter visto toda aquela putaria", "não é por ser gay, é pela putaria", "Deus diz que o correto sempre foi um homem com uma mulher". Vamos pontuar algumas coisas, primeiro, a novela foi exibida 9 hrs da noite, horário que uma criança já deve estar dormindo ou estar assistindo a desenhos e não a uma novela. Segundo, na tv sempre, digo SEMPRE vimos putaria, eu tenho 16 anos, então digamos que comecei a ver televisão com 6 anos, há 10 anos vejo os casais (homem e mulher) fazendo sexo, mas NUNCA vi ninguém nas redes sociais indignados com isso, então não me venham com esse papo furado de "é pela putaria" porque isso é mentira, isso são vocês mesmo mentindo para vocês mesmos, isso é seu preconceito disfarçado em uma frase. E terceiro e talvez o que me deixe com mais raiva, essa história de usar a igreja para esconder tudo, ah me poupem dessa ladainha de "Deus fez um padrão de uma família", isso é mentira, sou cristã e muito crente em Deus, e tudo o que eu sempre ouvi foi " Deus veio para colocar o amor em nossos corações" e ser homofóbico e não aceitar uma pessoa por ter feito uma escolha diferente da sua, não significa amar o próximo né! Eu nunca vi na Bíblia escrito, "se você ser homossexual vai para o inferno" ou seja lá para onde essa pessoa será mandada...Então parem de usar a igreja como desculpa para essas bostas que saem da boca de vocês! 
A minha vontade é de vomitar a minha indignação nessa cara suja de vocês! 
E digo, meus parabéns a vocês homossexuais, que enfrentam esse tipo de preconceito todos os dias, vocês são realmente vencedores, porque é bem difícil colocar na cabeça das pessoas que cada um beija, transa, se apaixona por quem quiser!  


imagem da novela da globo (retirada do site Blasting News).

segunda-feira, 11 de julho de 2016

O calor do verão!

Eu gosto do verão, eu sinto o sol tocando meu corpo e eu sinto como ele é real, porque eu posso senti-lo. Eu gosto do verão, porque sinto o vento tocando meu rosto, e eu sei que ele é real porque posso senti-lo. Eu gosto do verão, porque quando sinto calor posso me refrescar com um picolé, que toca minha boca, e eu sei que ele é real, porque posso senti-lo. Eu gosto do verão porque sempre vejo as crianças na rua, brincando, e me lembro do quanto minha infância foi real, porque posso me lembrar e por isso sei o quanto é real. Eu gosto do verão pelos passeios que posso escolher fazer, como ir ao um parque sentir a grama gelada, ir a praia e sentir a areia quente, pisar descalço no chão e me sentir aliviada por todos os pesos se desprenderem de mim, e eu sei que isso é real, porque posso sentir. Verão pra mim é luz, vida, esperança, alegria, emoção, brilho, sonho, imaginação, é dormir e acordar, é ver uma nuvem branquinha em um céu azul, ver uma árvore com folhas verdinhas, é como um algodão doce, é como mexer na bolsa da mãe e achar chocolate, é como ganhar presente. Verão me lembra todas as vezes que eu sorri, todos os natais felizes que eu tive, todos os dias de aniversário, me lembra o encontro com as pessoas que mais gostei na minha vida, por isso o verão é minha época do ano favorita, é a época que eu espero sempre ansiosamente, para fazer novas coisas e repetir coisas velhas. 






sexta-feira, 8 de julho de 2016

Os nossos grandes sonhos pequenos...

As vezes eu penso no que temos que fazer para manter um sonho, não aquele sonho de quando dormimos e viajamos, mas aquele de que criamos na nossa cabeça e sempre quando resolvemos pensar na vida futura, esse sonho é o que está por primeiro. Acho que nos dias de hoje é mais fácil recorrer a mídia quando não nos sentimos bem, por isso eu escolho esse lugar, pois sei que posso escrever algo pensando que 1 pessoa possa ler e pensar "caraca já pensei nisso", por mais que seja difícil encontrar alguém por aqui lendo. Eu sei que gosto de misturar os assuntos, acho que é meu jeito de fugir da realidade que me prende e desse modo me obrigo a voltar pensar, porque somos obrigados a ter sonhos. Uma vez na escola, a professora passou uma atividade, cuja tínhamos que escrever 3 dos nossos maiores sonhos, depois guardar o papel e reler ele só depois de adulto, infelizmente quando a aula acabou eu ainda não tinha conseguido pensar no que escrever e quando eu cheguei em casa deitei na cama e continuei pensando no porque aquilo era tão importante. As pessoas dizem que é uma forma de fazer planos e realiza-los, está mais para aqueles planos impossíveis, e acho que é por isso que nunca consegui ter um sonho, não consigo pensar em algo impossível que eu possa querer, talvez eu esteja vendo a vida de uma modo muito racional e cruel, mas o que eu poderia pedir da minha vida? Sonhar em ter uma grande casa? Viajar para fora do país? Ter 3 lindos filhos? me casar?  Ter muito dinheiro? Mas do que tudo isso valeria no final de tudo? Quando eu estiver velha nos meus últimos segundos de vida, será que eu me orgulharia desses sonhos fúteis? Eu particularmente acho que não, por isso vou continuar pensando qual seria a melhor forma de descobrir qual seria o meu grande sonho impossível!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Canal de uma iniciante!

Sempre ouvi que chagava aquele momento, "desiste ou não desiste?", chegou o meu, eu não costumo postar muito pelo blog, mas voltarei, e farei isso para contar a minha agonia que sei que é a mesma de muitas outras meninas(os)....
Criar um canal no youtube e virar um super famoso parece ser fácil não é? pois desculpe te desapontar, mas não é nada fácil, ( a não ser que você seja rico pra ficar viajando e mostrando suas compras, ai então talvez seja fácil, falei disso em um vídeo meu, deixarei o link AQUI ) mas enfim, a vida nunca é como parece ser, e isso desanima todos nós, isso nos frusta não é? Quantas de vocês iniciantes já passaram por isso? Já pensaram que iam abandonar e nunca mais olhar para trás, que nunca mais divulgariam nada e que a vida não era nada justa com vocês, foi quando vi que todas vocês passaram por isso que percebi que eu não estava sozinha. Coragem de continuar com o sonho não tenho, mas  coragem de abandonar tudo também não tenho! O que fazer em uma situação dessa? Também não sei, mas sou grata por conhecer pessoas tão maravilhosas que me fazem ter vontade de continuar, pessoas tão maravilhosas que me fazem enxergar que nada deve acontecer tão rápido e nada deve ser tão fácil, pois no final de tudo a caminhada é que terá valido a pena, por isso hoje eu posso dizer que cresci mais um pouco, hoje amadureci meu espírito e meu ser, eu hoje posso dizer que me tornei algo melhor onde sei reconhecer o que deve se dar valor e o que não, hoje eu recomeço uma nova etapa da minha vida!





-Snapchat: Evelyn.Faoth
-Instagram: Evelyn_Faoth
-Página: https://www.facebook.com/pages/Fala-E...