segunda-feira, 18 de julho de 2016

O dia de amanhã pode nem existir....

Há alguns dias que tenho pensando em uma conversa que tive com a minha mãe...Nós estávamos tomando café da manhã e falando sobre como a vida é longa, mas como aproveitamos pouco dela, e ela me contou uma conversa que ela teve com minha bisavó que já faleceu. 
Quando minha bisavó já estava bem doente, minha mãe foi dormir com ela, e quando era bem de manhãzinha minha mãe viu ela na sacada, já acordada. Então ela foi perguntar porque ela tinha perdido o sonho, minha bisavó respondeu que era porque estava pensando muito na vida nos últimos dias, então minha mãe perguntou no que ela gostava de pensar, ela então disse: "Paula (nome da minha mãe) você tem 24 anos certo? E eu aposto que tem muitas recordações, não tem? Agora imagine eu com quase o triplo da sua idade, quantas coisas eu já vivi, quantas coisas já me aconteceram, eu fico pensando em meus momentos felizes, meus momentos tristes, imagino como foi a vida de todos os amigos que já tive na vida, o que será que eles fizeram, se eles foram felizes...Eu fui muito feliz, mas ao mesmo tempo penso em quanta coisa deixei passar, quantas coisas eu poderia ter feito mas não fiz, isso é triste, porque agora eu estou morrendo, e não posso mais fazer nada!".
Eu sei é cruel pensar nisso, um dia realmente vamos morrer, e quando nos dermos conta de que isso está chegando, será que vamos nos sentir satisfeito com as coisas que fizemos? 
Eu espero sorrir muito na minha vida, viajar muito para conhecer culturas e costumes diferentes dos meus, quero amar muito, fazer amigos que façam a diferença, ter momentos que façam a diferença, quero poder me lembrar de cada detalhe da minha vida, e espero que quando eu esteja velha na sacada conversando com a minha neta eu possa dizer "estou satisfeita por ter acertado tantas vezes, errado de vez em quando, sorrido muito e amado sempre, satisfeita por ter dado valor as pessoas e não ao dinheiro!" 
Pensei no que vocês querem dizer aos seus netos também, nunca é tarde para recomeçar.....

Bisavó e mamãe 

Nenhum comentário:

Postar um comentário